Investigação

áreas de projeto

Na sua componente Investigação o Programa Gilead GÉNESE privilegia projetos orientados para as seguintes temáticas:

Resultados em saúde

Resultados em Saúde em Portugal - estudos epidemiológicos, avaliações da qualidade de vida e resultados a longo prazo

DIAGNÓSTICO

Novas abordagens ao diagnóstico e ligação/retenção aos cuidados de saúde

investigação translacional

Investigação translacional com potencial aplicação clínica

Tecnologia ao serviço da saúde

Inovação tecnológica para suporte e otimização de melhores cuidados em saúde

Critérios de avaliação

As candidaturas submetidas no âmbito do Programa Gilead GÉNESE são avaliadas segundo critérios objetivos, amplos e isentos, previamente estabelecidos.


Os critérios definidos para a edição de 2019 do Programa Gilead GÉNESE são os seguintes:

Mérito da Equipa de Investigação

Avaliação da capacidade de execução de projetos anteriores e competências do Requerente, designadamente do Investigador principal do Projeto, da Equipa de investigação e da própria Instituição.

Qualidade
do Projeto

Avaliação da pertinência da temática de investigação, em aspetos como originalidade, adequação e aplicabilidade do projeto.

Estrutura, organização e metodologia do Projeto

Avaliação do projeto apresentado quanto à adequação da metodologia proposta face à aplicação pretendida.

Se a sua Instituição tem um projeto com potencial para gerar conhecimento nas áreas de projeto definidas, candidate-se ao Programa Gilead GÉNESE.

Comissão de Avaliação

A avaliação das candidaturas apresentadas está a cargo da Comissão Externa de Avaliação de Projetos de Investigação que é constituída por peritos de diferentes áreas e que são os responsáveis pela apreciação da qualidade, pertinência e caráter inovador dos projetos candidatos segundo critérios de avaliação previamente estabelecidos.

Prof.ª Doutora

Adélia Simão

Presidente da Associação Portuguesa para o Estudo do Fígado (APEF)

Prof. Doutor

André Albergaria

Diretor do Gabinete de Investigação de Translação e Interface com a Indústria no i3S

Prof.ª Doutora

Helena Canhão

Professora Catedrática de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa

Prof. Doutor

Manuel Abecasis

Diretor do Departamento de Hematologia do IPO de Lisboa

Drª.

Teresa Branco

Presidente da Direção da Associação Portuguesa para o Estudo Clínico da SIDA (APECS)